Siga-me

sábado, 23 de novembro de 2013

DWIGHT MOODY - 6


DWIGHT MOODY - 5


“Deus lança seus pecados confessados na profundeza dos mares (Mq 7:19) e coloca ali uma placa: ‘Proibido Pescar’.”

Dwight L. Moody

DWIGHT MOODY - 4


“As tentações parecem-se com vagabundos. Trate-as amavelmente, e elas retornarão trazendo outras com elas.”

Dwight L. Moody

DWIGHT MOODY - 3


DWIGHT MOODY - 2


DWIGHT MOODY - 1


DWIGHT MOODY - príncipe dos evangelistas

DWIGHT MOODY


Dwight Lyman Moody (5 de fevereiro de 1837 - 22 de dezembro de 1899), o maior evangelist\ do século XIX, também conhecido como D.L. Moody, foi um evangelista e editor americano que fundou a Igreja Moody, a Escola Northfield, a Escola Mount Hermon em Massachusetts (agora chamada Escola Northfield Mount Hermon), o Instituto Bíblico Moody e a Moody Press.
Moody mudou-se para Boston em busca de trabalho. Trabalhou com seu tio em uma sapataria. Uma das exigências de seu tio era que Moody frequentasse uma igreja; entrou para a Igreja Congregacional. Ele frequentou, mas não estabeleceu um relacionamento pessoal com Deus até mais adiante. Certo dia, um professor falou-lhe sobre quanto Deus o amava. Moody converteu-se então ao cristianismo. Sua conversão iniciou sua carreira como evangelista.

O trabalho conduziu sua escola dominical em Chicago a ser a maior da época. Moody trabalhou tão arduamente que no decorrer de um ano a incidência média em sua escola era de 650 pessoas, enquanto sessenta voluntários de várias igrejas trabalhavam como professores. A escola chegou a ser tão conhecida que o recém-eleito presidente Lincoln visitou e falou em uma reunião da escola em 25 de novembro de 1860.

C. H. SPURGEON - 5


C. H. SPURGEON - 4



C. H. SPURGEON - 3


C. H. SPURGEON - 2


C. H. SPURGEON - 1


C. H. SPURGEON - o príncipe dos pregadores



C. H. SPURGEON
   Charles Haddon Spurgeon, comumente referido como C. H. Spurgeon  (KelvedonEssex19 de junho de 1834 — Menton31 de janeiro de 1892), foi um pregador batista reformado britânico.

     Converteu-se ao cristianismo em 6 de janeiro de 1850, aos quinze anos de idade. Aos dezesseis, pregou seu primeiro sermão; no ano seguinte tornou-se pastor de uma igreja batista em Waterbeach, Condado de Cambridgeshire (Inglaterra). Em 1854, Spurgeon, então com vinte anos, foi chamado para ser pastor na capela de New Park Street, Londres, que mais tarde viria a chamar-se Tabernáculo Metropolitano, transferindo-se para novo prédio.

     Desde o início do ministério, seu talento para a exposição dos textos bíblicos foi considerado extraordinário. E sua excelência na pregação nas Escrituras Bíblicas lhe deram o título de O Príncipe dos Pregadores e O Último dos Puritanos. 



TEOLOGIA ORTODOXA, Reformada e afins por Marcelo Gesta: Jamais será o meu verso - poesia cristã

Jamais será o meu verso - leia poesia cristã no blog TEOLOGIA ORTODOXA, Reformada e afins.....

TEOLOGIA ORTODOXA, Reformada e afins por Marcelo Gesta: Jamais será o meu verso - poesia cristã: Jamais será o meu verso (Nova Friburgo, 30/10/94) Jamais será o meu verso E o teor de minha poesia Do teu prazer o inverso...

Jamais será o meu verso - poesia cristã


Jamais será o meu verso
(Nova Friburgo, 30/10/94)
de  MArcelo GEsta

Jamais será o meu verso
E o teor de minha poesia
Do teu prazer o inverso
Mas, sim, toda alegria
A ti, Senhor, eu vou verter
Minha música em harmonia
Ao que á Ti se converter
Anunciando-lhe todo dia
Meu solo irá á ti na vertical
E a ele espero que Tu estimes
E sua glória se espalhe na horizontal
Com sua inefável unção sublime
Minhas palavras não sejam heresia
Nem minha língua uma ferina
Que corroem como a maresia
E a Sua presença toda elimina
Minhas idéias verterão ao contrário
Tudo o que a mentira causou
E findará o misticismo ordinário
Que a muitos seqüestrou
Perseguido, ainda Te comporei versos
Salmodiar-te-ei poeticamente
Oprimido, ainda Te trarei conversos
Com todo zelo alegremente
Ainda que tenha que fugir
Por lutar por sua verdade
Saberei que vou sorrir
Quando morar na Sua Cidade.
O fim de minha luta
Será em Nova Jerusalém
Pois lá não há labuta
Para os santos que ela obtém.

de  MArcelo GEsta

Poemas de Stefano Cavalcanti - DESEJOS / SE HOJE FOSSE


2 Poemas de Stefano Cavalcanti

DESEJOS

Eu queria ser aquela manjedoura que te abraçou
Eu queria ser aquele barquinho que te carregou
Podia ser qualquer um que te serviu
menos Judas que te traiu
podia ser Pedro, Filipe, André, Tiago ou João
Só para poder te ver ministrando o sermão

Só pelo prazer de te ver
Só pelo prazer de te ouvir
Só pelo prazer de te ter bem pertinho de mim

Eu queria estar na ceia provando o pão e o vinho
Eu não queria ser a coroa de espinho
Subiria em qualquer lugar para te ver JESUS
Não queria ser os cravos nem aquela cruz
Passaria vinte e quatro horas ao teu lado
Vendo os mortos ressuscitarem e os enfermos serem curados

Só pelo prazer de te ver
Só pelo prazer de te ouvir
Só pelo prazer de te ter bem pertinho de mim

Sei que não sou manjedoura nem barquinho
Mas sei que quando estou só, eu não estou sozinho
Um dia te verei SENHOR, como tu és
Por enquanto eu só te vejo pela fé

E tenho prazer de te ver
E tenho prazer de te ouvir
E tenho prazer de te ter bem pertinho de mim


Se Hoje Fosse

Se hoje fosse o meu último dia
Eu te diria obrigado, e perdão por às vezes te esquecer

Honraria a tua palavra e perdoaria quem me feriu
Ouviria tua voz o dia todo desde a manhã até anoitecer
Juntaria todos meus dons e ofereceria para o teu louvor
Entraria em meu quarto e cantaria várias canções pra ti, Senhor

Faria uma declaração de amor
Oraria a cada instante – um servo melhor eu seria
Senhor com toda minha força meu entendimento e de toda minha alma te serviria
Sim, tudo o que eu tenho te ofereceria


- Então, quero viver como se hoje fosse o último dia.

Visite o site do autor: http://www.opoetadorador.com