Siga-me

domingo, 2 de fevereiro de 2014

Eu quero muito saber - por Marcelo Gesta


Eu quero muito saber
(Nova Friburgo, 26/07/94)

Eu quero muito saber
Para da melhor forma ser
Um obreiro cheio do Teu poder
Pois Sua aprovação eu quero ter.
Como quem tem fome
Eu quero sabedoria
E que ninguém ma tome
O tempo todo dia.
Eu quero muito saber
Não há tempo á perder
Tenho muito que crescer
Preciso o máximo sorver

De Deus a Obra
Ela é muito grande
Por isso nunca sobra
Sempre falta muita gente.
Por que será que não aprovam
Um obreiro que tem nível
E em seu lugar colocam agora
Uma política desprezível?
Que tenha deles Deus
Muita misericórdia
Pois estes que se dizem seus,
Estão com a discórdia.
Ó amado Pai
Não quero olhar para isto
E sei que O Senhor vai
Entristecer-se pelo visto.
Quanto a mim,
Eu quero sim,
Agradar-Te até o fim
E que eu seja assim,
E de Ti esteja afim,
Como um fiel serafim.

de MArcelo GEsta